Historial

O CSA, tem como lema “Um Clube Vivo é um Clube Participado”

Introdução

movimento associativo, nascido em meados do século XIX, fruto da vitória das ideias do Liberalismo, encontrou nas sociedades recreativas, que foram as primeiras a surgir, a forma de se institucionalizar e desenvolver. Também se constituíram outras formas de associação como as Associações de Classe, as Cooperativas, os Clubes desportivos e outras

Todas elas contribuíram para o desenvolvimento integral e harmonioso dos seus sócios. Também continuam a contribuir para o desenvolvimento do país, do povo, em suma, de cada um de nós.Este movimento também sensibilizou os cidadãos militares, particularmente os da Armada que, desde meados de século passado, iniciaram a criação das suas associações. Assim, em Junho de 1882 foi constituída a Fraternidade Naval, associação formada por Sargentos da Armada, que desenvolveu uma grande actividade, no âmbito da solidariedade. Foi extinta em 1936.

Com o eclodir da revolução de Abril e o renascer dos valores da cultura e da solidariedade, os Sargentos da Armada não ficaram à margem e constituíram também o seu clube.

Abril, trouxe-nos perspectivas e atentos que estávamos logo nos preocupamos em não perder tempo no lançamento das bases necessárias à formação desse mesmo associativismo.

Assim, em 29 de Abril de 1974, um grupo de Sargentos divulgaram uma Circular à qual chamaram “Imperativos para a criação dum Movimento Tendente à Valorização do Sargento da Armada”, ”.... Pretendemos que nos seja dada a possibilidade de reunião, nas messes em terra... Isto é; até nos ser possível conseguir um dia o nosso Clube, ideia que há longos anos nos acompanha.”, cuja finalidade principal foi alertar os Sargentos para a necessidade de se unirem e em comum, defenderem os seus interesses de classe.

Um dos pontos dessa Circular referia a necessidade urgente dos Sargentos terem um Clube.

Por motivos de ordem técnica, resolve-se chamar ao Clube, “Conselho Técnico Naval”, mais tarde “Casa do Militar da Armada“ - (Secção de Sargentos).

A 22 de Fevereiro de 1975, no auditório da Escola Naval e em plenário perante uma assistência de 1500Sargentos, são elaborados e aprovados os Estatutos, data considerada como fundação do Clube e posteriormente publicados no Diário da República N.º 23, de 28 de Janeiro de 1976.

Por esta razão é considerada esta data como sendo a do nascimento do Clube, que haveria de ser designado por “Clube do Sargento da Armada”.

O CSA, é uma associação, de duração ilimitada, sem fins lucrativos, constituída essencialmente por Sargentos da Armada nas situações do activo, reserva e reforma e, por alguns oficiais oriundos da classe. Tem ainda como sócios correspondentes Sargentos de outros ramos das Forças Armadas e das Marinhas Estrangeiras, havendo a considerar neste capítulo também, o envolvimento do nosso agregado familiar.

Em suma, o CSA movimenta e desenvolve hoje, uma massa humana que ronda as 10.000 pessoas, das quais, apenas cerca de 4.020 são sócios contribuintes.

Quais foram os seus objectivos?

criação de um clube era uma velha aspiração dos Sargentos da Armada, que visava a criação de um espaço onde pudessem conviver e passar os seus momentos de lazer.

Esta aspiração resultou de necessidades culturais e recreativas onde existisse um espaço que a classe e seus familiares pudessem conviver, passar os seus momentos de lazer e debater os seus problemas. Esta aspiração constituiu luta persistente dos camaradas que nos antecederam em algumas décadas, e cujo sonho só haveria de se tornar realidade após o 25 de Abril, quando finalmente foi possível a criação do seu clube. Desta forma a data de 22 de Fevereiro de 1975 viria a ficar definitivamente consagrada como a data de nascimento do tão desejado Clube do Sargento da Armada.

Os seus objectivos têm por fim: - Promover a formação social, moral e intelectual dos seus associados, criando-lhes para tanto as condições indispensáveis. Para a realização dos seus objectivos promoverá o melhor aproveitamento dos tempos livres dos seus associados e familiares, pelo que procurará manter e desenvolver iniciativas tais como: colóquios, cursos, excursões, actividades culturais, recreativas e desportivas.

Património do CSA

lém da sua grande massa associativa, possui um valioso património.

Tem a sua Sede Social na Rua das Escolas Gerais num dos mais castiços bairros lisboetas que é o bairro de Alfama.

Possui uma Delegação no Feijó, situada na Praceta à qual foi dada o nome do nosso Clube.

Ambos os edifícios são propriedade nossa.

As perspectivas para o futuro

Continuar e melhorar a obra iniciada há 39 anos

Dar seguimento aos anseios dos associados, criando as melhores condições para uma participação mais activa na vida do clube e atrair para o nosso seio os mais jovens.

Que o CSA, continue a ser um espaço de convívio e confraternização entre velhos e novos marinheiros.

 

Iniciar sessão

Efemérides do CSA

  • O CSA, foi fundado a 22 de Fevereiro de 1975;
  • A 28 de Junho de 1975, é inaugurada a Sede em pleno bairro Alto, com a presença do Alm. Pinheiro de Azevedo , que fez a entrega do estandarte;
  • A 01 de Abril de 1976, é concedido aos sargentos as instalações da Ex. A.N.P., na Trindade Coelho 21, para a abertura do clube;
  • Em Janeiro de 1981 é elaborado e apresentado o ante-projecto de “Malquefarte” em Almada, onde funcionaria o Clube. (entretanto anulado devido à grande dimensão da obra e custos insuportáveis na altura);
  • Em Fevereiro de 1982 saiu o 1º Boletim Informativo (N.º 0);
  • A 01 de Junho de 1983, é feita a compra da 1ª Fase da Delegação (1º Andar);
  • A 05 de Maio de 1984, é inaugurada no Feijó a Delegação;
  • A 30 de Outubro de 1985, é feita a compra de 2ª Fase da Delegação (r/chão);
  • A 24 de Fevereiro de 1992 é decretado pelo Tribunal Civil da Comarca de Lisboa uma acção de despejo ao CSA.
  •  A 14 de Março de 1994 é feito na D.G.P. o contrato a Titulo Precário para o arrendamento da nova sede em Alfama;
  • A 03 de Dezembro de 1994, após as obras de remodelação para a instalação de sede, é aberta aos sócios a nova Sede Social no bairro típico de Lisboa em Alfama;
  • A 22 de Fevereiro de 2000, visitou as nossa instalações da Sede sua Exª o Chefe do Estado Maior da Armada Alm. Vieira Matias;
  • A 27 de Abril de 2000, honrou-nos com a sua visita na Delegação sua Exª o Chefe do Estado Maior da Armada Alm. Vieira Matias;
  • A 28 de Abril de 2000 é feita a escritura da compra do edifício da Sede;
  • A 03 de Outubro de 2000 é reconhecido e atribuído ao clube o Estatuto de Utilidade Pública;
  • A 01 de Dezembro de 2000 dá-se inicio às obras do edifício da Sede;
  • A 31 de Maio de 2001 é feito o registo do prédio da Sede a favor do CSA, na Conservatória do Registo Predial;
  • A 10 de Agosto de 2001 é registado na Conservatória do Registo Comercial como Constituição de Pessoa Colectiva de Utilidade Publica;
  • A 27 de Outubro de 2001 é feita a cerimónia de encerramento das obras do edifico da Sede.

Contactos

Clube do Sargento da Armada Sede
Rua das Escolas Gerais, 96, 2º
1100-221 Lisboa
Tel.: 21 886 93 44
Fax: 21 886 14 01


Geral:
csa@csarmada.pt

Web master:
csarmada.web@gmail.com
Delegação
Praceta do Clube do Sargento da Armada
2810-044 Feijó
Tel.: 21 259 16 41